Diretórios Linux em detalhe, como é composta esta estrutura?

O diretório “/” é o diretório raiz (root) que se encontra no topo da hierarquia do sistema de arquivos. Os restantes arquivos e diretórios Linux estão sob o diretório root, organizados em uma hierarquia, como uma árvore, de forma a manter a organização, este grupo de diretórios Linux são comuns à maioria das distribuições Linux.

diretórios linux

Árvore de Diretórios Linux

A estrutura dos sistemas de arquivos do Linux é definida por um padrão chamado Filesystem HIerarchy Standard (Padrão de Hierarquia do Sistema de Arquivos). No Linux tudo é um arquivo: Os diretórios são arquivos, arquivos são arquivos e dispositivos são arquivos. Mas afinal quais são esses diretórios Linux comuns?

/ – Diretório Raiz (root)

Tudo o que existe no sistema de arquivos Linux fica localizado dentro do diretório raiz, que é representado por /. Mesmo que os arquivos se encontrem armazenados em outros dispositivos físicos, é a partir do diretório raiz que você poderá acedê-los. Note que o único utilizador do sistema com a capacidade de criar ou mover arquivos do diretório raiz é o utilizador root (administrador do sistema), assegurando assim, que utilizadores comuns não cometam erros, que acabem por comprometer a integridade de todo o sistema de arquivos.

/run – Arquivos de Estado de Aplicações

Este diretório oferece às aplicações um local para armazenamento de arquivos momentâneos que elas necessitem utilizar, como por exemplo os sockets.

/bin – Binários executáveis

No diretório /bin estão localizados os binários executáveis que podem ser utilizados por qualquer utilizador do sistema. São comandos fundamentais, utilizados para trabalhar com arquivos, textos e alguns recursos básicos de rede, como o ls, top, ping ou grep.

/sbin – Binários para Administração do Sistema

Este diretório contém inúmeros programas binários essenciais, que são normalmente usados pelo administrador do sistema nas suas tarefas de gestão. Entre os comandos disponíveis podemos encontrar por exemplo, o ifconfig ou o shutdown.

/usr – Diversos Programas

Este dirotório possui aplicações e arquivos usados pelos usuários comuns do sistema. Este diretório reúne executáveis, bibliotecas e até documentação de softwares utilizados por utilizadores ou administradores do sistema. Para além disto, sempre que você compilar e instalar um programa a partir do código-fonte, ele será instalado neste diretório.

/boot – Inicialização

O diretório /boot contém os arquivos necessários para iniciar o sistema, como por exemplo o kernel do Linux.

/etc – Conigurações do Sistema

No diretório /etc podemos encontrar arquivos de configuração que podem ser utilizados por todos os softwares, além de scripts especiais para iniciar ou interromper módulos e programas diversos. Normalmente estes arquivos podem ser editados manualmente, utilizando por exemplo, o comando vim.

/lib – Bibliotecas

O diretório /lib possui bibliotecas que são fundamentais aos programas localizados nos diretórios /bin /sbin. As bibliotecas são códigos de programas que são partilhados entre aplicações e são necessários para que elas funcionem. Algumas distribuições Linux contém o diretório /lib64 (bibliotecas de 64 bits), ao invés que o diretório /lib contém bibliotecas de 32 bits.

/opt – Pacotes opcionais

Aplicativos adicionais, que não são fundamentais para o sistema, acabam neste diretório.

/home – Diretórios Home dos utilizadores

Este diretório contém um diretório padrão (de perfil) para cada utilizador. Se o nome de seu utilizador é bruno, então você terá um diretório de nome bruno dentro de /home (/home/bruno). Este diretório contém arquivos pessoais e arquivos de configuração específicos dessa conta de utilizador. Note que o diretório pessoal do administrador não fica no mesmo local, mas sim em /root.

/mnt e /media – Volumes e mídias

Para aceder aos arquivos de um dispositivo presente em outra máquina da rede, é necessário “montar” esse conteúdo no sistema de arquivos local, para assim torná-lo acessível como se fosse apenas mais um diretório no sistema. No diretório /media ficam montadas todas as mídias removíveis. No diretório /mnt fica destinado aos administradores que necessitem de montar temporariamente um sistema de arquivos externo.

/srv – Serviços

Dentro deste diretório ficam armazenados dados de servidores e serviços em execução no computador.

/sys – Informações sobre o sistema e hardware

Sistema de arquivos pseudo-virtual que dispõe de informações acerca do sistema e do hardware do computador. Este pode ser utilizado para alterar parâmetros do sistema e também pode ser usado para tarefas de debugging.

/dev – Arquivos de Dispositivos

No Linux os dispositivos (hardware e software) são apresentados como arquivos, neste diretório encontramos uma grande quantidade de arquivos especiais que representam estes dispositivos.

/var – Arquivos de Dados Variáveis

Qualquer arquivo que aumente de tamanho ao longo do tempo está no diretório de arquivos de dados variáveis. Como exemplo os logs do sistema, que não são nada mais que os registos em forma de texto das atividades realizadas no Linux, como os logins realizados ao longo do tempo.

/proc – Processos do Sistema

Neste diretório iremos encontrar arquivos virtuais que mostram informações sobre os recursos e processos que estão em execução no sistema. Estes arquivos existem apenas na memória RAM da máquina, que proporcionam o visionamento dos dados do kernel que mudam constantemente.

/tmp – Arquivos temporários

Os arquivos e diretórios criados temporariamente seja pelo sistema seja pelos usuários devem ficar nesse diretório, a maioria deles é apagada sempre que o computador é reiniciado.

Facebook
Google+
https://faqinformatica.com/diretorios-linux/
LinkedIn
Follow by Email
RSS

Escreva um Comentário