Protocolo GRE, o que é e qual é a sua funcionalidade?

Protocolo GRE (Generic Routing Encapsulation) é um protocolo desenvolvido pela Cisco que pode encapsular uma variedade de protocolos da camada de rede dentro de um túnel IP específico. O GRE cria uma conexão ponto-a-ponto privada entre roteadores remotos.

O protocolo GRE é bastante funcional em vários cenários, pois foi desenvolvido para dar a ideia que redes remotas pareçam estar diretamente conectadas. O GRE não é considerado um protocolo seguro, as informações que são transmitidas através do túnel não são criptografadas, pois o GRE não tem essa função, para colmatar essa lacuna, é possível utilizar o protocolo GRE em conjunto com protocolo IPsec, para garantir a integridade das informações.

Como funciona o protocolo GRE?

Este protocolo funciona encapsulando um conteúdo (um pacote interno que precisa ser entregue a uma rede de destino) dentro de um pacote IP externo. Os pontos de extremidade do túnel GRE enviam o conteúdo através de túneis GRE, encaminhando pacotes encapsulados através de redes IP interpostas. Ao longo do caminho os outros roteadores IP não analisam o conteúdo (o pacote interno), estes apenas analisam o pacote IP externo à medida que o encaminham para o destino final do túnel GRE. Ao alcançar o destino final do túnel, o encapsulamento GRE é removido e o conteúdo é encaminhado ao longo do seu destino final.

O protocolo GRE pode transportar tráfego multicast e IPv6 entre redes. De seguida pode verificar algumas vantagens dos túneis GRE:

  • Os túneis GRE encapsulam múltiplos protocolos sobre um único backbone de protocolo;
  • Os túneis GRE fornecem soluções para redes com saltos limitados;
  • Os túneis GRE conectam sub-redes descontínuas;
  • Os túneis GRE permitem VPNs em redes de área ampla (WANs).
Facebook
Google+
https://faqinformatica.com/protocolo-gre/
LinkedIn
Follow by Email
RSS

Escreva um Comentário