Protocolo MPLS, como funciona e quais as suas vantagens?

Protocolo MPLS (Multi Protocol Label Switching) é definido pelo IETF, é uma tecnologia que proporciona o encaminhamento e a comutação eficientes de fluxos de tráfego através da rede, tem como vantagens a diminuição do processamento nos equipamentos de rede e interliga com maior eficiência, redes de tecnologias distintas. O MPLS pode encapsular pacotes de vários protocolos de rede (poderá ser tráfego IP ou outro qualquer) e suporta uma série de tecnologias de acesso, incluindo T1/E1, ATM, Frame Relay e DSL.

Como funciona o protocolo MPLS?

O protocolo MPLS é uma tecnologia de encaminhamento de pacotes baseada em rótulos (labels) que basicamente funciona, com a adição de um rótulo nos pacotes de tráfego à entrada do backbone, a partir daí, todo o encaminhamento pelo backbone passa a ser feito com base neste rótulo. Comparativamente ao encaminhamento IP, o MPLS torna-se mais eficiente uma vez que dispensa a consulta das tabelas de routing.

Este protocolo permite a criação de Redes Virtuais Privadas garantindo um isolamento completo do tráfego com a criação de tabelas de “labels” (usadas para roteamento) exclusivas de cada VPN.

O protocolo MPLS disponibiliza os serviços de QoS, Engenharia de Tráfego (Traffic Engineering) e VPN para uma rede baseada em IP. Em relação a aplicações que exigem tempo real, a rede MPLS oferece a implementação de QoS que não pode ser implementada em rede IP. Com a implementação do QoS é possível diferenciar diversos tipos de tráfegos e tratá-los de forma diferente, dando prioridades às aplicações mais sensíveis, como por exemplo, pacotes multimídia e pacotes de voz.

Facebook
Google+
https://faqinformatica.com/protocolo-mpls/
LinkedIn
Follow by Email
RSS

Escreva um Comentário